VISITANTES

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Destaque 3


Estamos a publicar neste espaço pequenos resumos biográficos de pessoas de qualquer idade que, nascidas ou residentes no Sobral, conseguiram que os seus nomes “saíssem” do Concelho, por algum feito realizado no domínio das letras, das artes, da ciência, do desporto. Se não fosse excesso de pretensiosismo, diria que estamos a cantar “aqueles que por obras valerosas se vão da lei da morte libertando”, citando Camões. Mas é isso que desejamos que venha a acontecer… Colabore connosco, escrevendo para sobral.senior@gmail.com indicando-nos o nome e contacto de alguém que julgue merecer integrar esta galeria ou, se for o caso e preferir, enviando-nos a própria biografia.

E o destaque de hoje vai para... 

Rafael Gil – atleta de natação
Rafael Lourenço Gil

De seu nome completo Rafael Lourenço Gil, nasceu no dia 22 de junho de 1996, cresceu e sempre viveu no Sobral, no lugar de Abadia. É filho de Augusto Gil e Dulce Lourenço Gil. Tem um irmão, Miguel, de 11 anos. Com 16 anos de idade já frequentou quatro escolas no Sobral (entre “velhas” e novas), estando agora no 11º ano.
Começou a ir para a piscina aos dois anos de idade: cá não havia piscina e os pais tomaram a iniciativa de o levar à de Alenquer, uma vez por semana. Aos seis anos, “inaugura” a Piscina Municipal do Sobral, que passa a frequentar regularmente no âmbito da escola de aprendizagem, assim como da programação escolar. Aos 9 anos foi convidado pelo monitor a integrar uma equipa de pré-competição, a que davam o nome de Os Tubarões. Desta forma aconteceu o seu primeiro torneio: um festival de natação inter-clubes de Arruda, Merceana, Sobral, Marteleira, entre outros. Foi com surpresa pessoal que conseguiuvários pódios, como recorda, especialmente em corridas rápidas, em vários estilos, de 100 e 200 metros.
2009/2010 com o treinador Humberto Marques

E assim andou seis anos, estudando e treinando natação no Sobral, em vários estilos e várias distâncias. Recorda com prazer a equipa da Monteges e o seu treinador Humberto Marques, a quem afirma muito dever na sua evolução desportiva, e mesmo no seu currículo.
Entretanto decidem, ele e os pais, em Dezembro de 2011, que era altura de mudar “de clube”, passando a treinar na Associação Naval Amorense, da Amora, Seixal… Na Margem Sul, a 60 km do local de residência e da Escola…E isto porque a Piscina do Sobral, depois de várias reuniões, não admitiu a possibilidade de efectuarem, ele e os seus companheiros de equipa, treinos bi-diários como era aconselhável para manter(em) a progressão.
Selecção Nac. - Medalha de Bronze - Grécia
Treina oito vezes por semana, tem participado em torneios e campeonatos a nível nacional, e no estrangeiro, em Corfu, na Grécia, em Março deste ano, integrando uma selecção nacional da Federação Portuguesa de Natação . Sente-se integrado numa equipa excelente, com um óptimo treinador, Ricardo Santos, com quem também “dá gozo treinar” enfatiza. Acha que essa mudança de clube lhe permitiu realizar um sonho que começou a nascer no Sobral: “dar um pulo na carreira desportiva”. E está dando: provam-no os resultados que cito abaixo, alguns dos muitos que poderia retratar. Além da natação em piscina, dedica-se também à natação em “águas abertas”.
Seria impossível trazer para aqui todas as provas em que o Rafael participou e os resultados que obteve: entre provas em piscina e em “águas abertas”, já foram quase cem competições. Em Novembro de 2006, em Almada, teve como melhor resultado um lugar nos 50 m bruços. Mas logo em Janeiro de 2007, em S. Bento, conseguiu dois 2ºs e um lugares, tudo nos 100 m, tudo com a Monteges. Na época de 2011/12, em piscina, entre outros significativos resultados, foi 5 vezes Campeão Regional: em 100 m livres, 200 m bruços, e nas estafetas de 4x100 m livres (com record nacional), 4x100 m estilos e 4x200 m livres, também com record nacional. E foi Campeão Nacional nas estafetas de 4x100 m estilos e 4x100 m livres e 4x200 m livres, estas duas últimas com recordes nacionais
Em águas abertas, teve a sua primeira prova de mar em Alvor, em Agosto de 2009, obtendo o 4º lugar infantil. Foi, depois, campeão infantil nas 10 provas seguintes…Na época de 2011/12, foi Campeão Juvenil: 1) na “Travessia Aquapólis”, de 3 000 m, em Abrantes; 2) no 20º Circuito de Mar da Praia da Rocha, 1500 m; 3) nas provas de Mar (1200 m) da Lagoa, Ferragudo, de Alagoa, Altura, de Alvor, de Armação de Pera e de Sines; e ainda na Travesía de Natación, no Guadiana (2500 m), e no Challenge de 10 km na Barragem de Castelo de Bode. Entre outros.

Tudo isto e muito mais está compilado no “currículo desportivo” que o Rafael (creio que a mãe…) mantém actualizado.
Na pouco mais de meia hora que conversei com o Rafael, na presença da mãe, constatei a alegria serena do Rafael pelos feitos alcançados, a sua confiança ponderada em progressos no futuro. E constatei que Rafael e Mãe fazem uma equipa perfeita: se os pais se orgulham do Rafael, o Rafael tem na mãe a fã que mais poderia desejar. 

Mais fotos

 José Auzendo

31 comentários:

  1. Parabéns a este Jovem Promissor que ainda tão jovem já conta com um vasto curriculum. Desejo-lhe muitas Felicidades e que consiga alcançar o nº. 1 de todos os pódios que pisar, e que siga em frente com o seu sonho de ser UM GRANDE ATLETA.
    Mais um Sobralense que merece ser destacado.
    Lourdes Henriques.

    ResponderEliminar
  2. Já tinha conhecimento de alguns dos sucessos do Rafael, agora fiquei a saber mais...Tão jovem e com uma carreira desportiva tão promissora, tenho a certeza de que irá dar-nos a nós Sobralenses e ao País, motivos de orgulho.
    Senhor Auzendo continue com os seus destaques e mostre-nos quem,por ser grande... ultrapassa os limites do nosso concelho.É um prazer lê-lo.
    Maria Alexandrina

    ResponderEliminar
  3. Mais uma surpresa, um rapaz com talento que teve que sair do Sobral para poder seguir o seu sonho. Para que servem as nossas piscinas? Ter que ir treinar tão longe de casa já é um feito.
    Tenho que perguntar como é que o Sr. Ausendo não sendo de cá consegue descobrir estas coisas.
    Felicidades para o Rafael que bem merece o esforço que faz.
    Adelaide

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia D. Adelaide,
      Obrigada pelas suas palavras.
      É verdade, mais um jovem que teve que sair do Sobral para realizar os seus objetivos, como sobralense também lamento. A nossa terra ao não apoiar estes jovens fica mais pobre.
      Um beijinho,
      Dulce Gil

      Eliminar
  4. Boa pergunta, D. Adelaide, mas a resposta é simples, prosaica: não nasci no Sobral mas...falo português como os cá nascidos, e quem tem boca vai a Roma. "Curioso" é que, antes de meter nisto, e ao contrário por exemplo da D. Alexandrina, eu nunca tinha ouvido falar no Rafael, nem no Luís Martins, nem na Marina Henriques (?)... entre outros.

    Mas...há sempre um mas...quer saber como e porque tive a ideia de iniciar este "tema"? É que eu soube que a Vanessa tinha escrito um livro, comprei-o e li-o. E meses depois soube que a Biblioteca Municipal do Sobral "não sabia"...de nada. Então perguntei-me: quantas "Vanessas" não haverá por aí?...

    E agora sei que há dezenas de pessoas que mereciam, deviam integrar esta "galeria": infelizmente, nem todas vão aparecer...Poucas mesmo vão aparecer...

    José Auzendo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi-me observado por mail que, ao escrever que a Biblioteca Municipal "não sabia de nada" acerca do livro da Vanessa, eu estava a criticar injustamente a Biblioteca. No caso em concreto, tal não é verdade. Constatei depois, antes e após a publicação da Biografia, que muita gente não sabia ... também.

      Se o feito não foi noticiado publicamente, se não saiu em nenhum jornal, se a autora ou a editora não deram pública notícia do facto, como saber? Portanto, não pretendeu ser, não foi, crítica. Foi tão só constatar o óbvio: que não houve notícia pública de um facto de que eu só tomei conhecimento por conversa entre amigos à mesa do café...Na qual mesa a Biblioteca não "se senta".

      José Auzendo

      Eliminar
  5. Este destaque sobre o Rafael é ao mesmo tempo motivo de orgulho (por ele) e de tristeza (pela comunidade local).
    Podem as razões ter carradas de “razão”, mas não é para mim compreensível que, havendo um complexo de piscinas de qualidade aqui no Sobral, uma equipa já formada e um treinador que apostou no atleta e o lançou nas competições, que o Rafael e a família tenham que fazer um esforço tão grande, alterando até as suas vidas - ao que julgo saber agora até mudaram de casa durante a semana - para que ele consiga treinar de acordo com as suas necessidades de progressão.
    Não ficaríamos todos a ganhar se apostássemos e apoiássemos os nossos valores?
    Ao Rafael que continue a pisar os pódios, à família essa vontade para que ele os alcance. Pelo que li…também a mãe do Rafael merece um pódio.
    Inês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Inês,
      Obrigada pelas suas palavras que me sensibilizaram.
      Li o seu texto e tem alguma razão quando diz que não compreende, "havendo um complexo de piscinas de qualidade aqui no Sobral, uma equipa já formada e um treinador que apostou no atleta e o lançou nas competições," é verdade! também não compreendo como é que com todos estes recursos,a monteges não disponibilizou a piscina no período da manha para o Rafael e os seus colegas de equipa treinarem de acordo com as tais necessidades de progressão.
      Revelo-lhe que como mãe, foi uma das decisões mais difíceis que tive que enfrentar, mas talvez a mais acertada, sem treinos, o Rafael não estaria hoje a este nível de competitividade.
      Quando diz que ficaríamos todos a ganhar se apostássemos e apoiasse mos os nossos valores, também concordo plenamente, pois foi com muito orgulho que assisti aos muitos pódios com a bandeira do nosso concelho por terras de portugal.
      Um grande beijinho,
      Mãe do Rafael
      Dulce Gil

      Eliminar
    2. é assim mm que se fala cunhada.beijocas

      Eliminar
  6. Parabéns Rafael. Fico feliz por um Sobralense tão novo e já com tantas vitórias na natação.
    Só lamento que na nossa terra não te tivessem facilitado os treinos, e tivesses de deslocar-te para longe.
    Repito a pergunta da Adelaide: para que servem as nossas piscinas? Se alguém souber que responda, certamente deve haver um motivo.
    Lisete Corado

    ResponderEliminar
  7. Rafael Parabéns por todo o teu percurso desportivo. Tudo isto é fruto de muito esforço, empenho e dedicação. Mas vale a pena!Pois és um grande atleta, és um Campeão, como eu tenho o prazer de te chamar todos os dias...
    Continua a trabalhar, para poderes alcançar todos os teus objetivos, pois estarei sempre aqui ao teu lado para te ajudar e apoiar em todos os momentos da tua vida.
    Continua a dar-me grandes momentos de orgulho, assim como aos Sobralenses, assim como aos Portugueses...
    Acredita na tua perseverança e na tua força de vencer.
    Um especial obrigado e parabéns ao Sr. Auzendo por contribuir para a divulgação destes "jovens talentosos" da nossa terra, e pelo carinho e dedicação que nos prestou.
    Um grande beijinho da tua mãe que muito te adora
    Dulce Gil

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lindas palavras :)))beijinhos!!

      Eliminar
  8. grandes verdades aqui se disseram.. é um motivo de orgulho para muita gente , nao só para a familia e amigos mas tambem para muitos sobralenses, pelos vistos so nao era motivo de orgulho para os gestores da monteges e para o municipio do sobral, que não quiseram ter 1 atleta de topo nas suas piscinas.nao podiam gastar mais alguns euros para manter este atleta, mas podem gastar muito dinheiro com a equipa do monte agraço tutebol clube para levaram 4 e 5 golos por jogo e para estarem nas distritais,não descem mais porque nao ha divisões mais baixas. mas enfim, bem haja a todos que se orgulham do rafael e um muito obrigado. comtinua assim rafael e muitos parabens

    ResponderEliminar
  9. Sou tia do Rafael e tenho muito orgulho neste "menino humilde e lutador e vencedor"! Sou babada,orgulhosa e muito feliz!Parabéns meu querido!!TU MERECES ISTO TUDO E MUITO MAIS!!que orgulho!!!

    ResponderEliminar
  10. Muito obrigado a todos pelas vossas palavras:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. nao tens de agradecer meu puto. so tens de continuar a trabalhar e lutar pelos teus objetivos. e continuares a ser como es. grande beijo do tio k te adora muito. :P

      Eliminar
  11. Parabéns Rafael. Que orgulho! Continua.
    Parabéns também à mãe por não se ter acomodado, com pobres de espirito não vale a pena perder tempo.
    Manuel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Manuel pelas suas palavras tão certas....
      Os Pais têm o dever de apoiar e procurar a felicidade dos filhos.Foi só isso que fiz.
      Um grande beijinho
      Dulce

      Eliminar
  12. Como sobralense entristece-me saber que são mal aproveitados os equipamentos que temos, nem pensava que isto pudesse acontecer, para mim foi uma surpresa e até fico revoltado.
    A família do Rafael merece todo o meu apreço pelos sacríficos que faz .
    PARABENS RAFAEL. És um campeão, com a bandeira do Amora, mas és.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas suas palavras que me sensibilizaram.
      É sempre bom saber as realidades do nosso concelho..., também fico muito contente por partilhar da mesma opinião que nós.
      Bjs da família do Rafael

      Eliminar
  13. Gostava só de destacar aqui um promenor..
    Quando se fala aqui na ''Mãe do Rafael'', o pai está incluido, porque tenho muito orgulho nos meus pais, em ambos.. e acho que nao ficou muito expícito a parte do pai, porque sem ele também nao teria sido possível esta mudança..
    Obrigado a todas as palavras doces que aqui foram ditas.

    ResponderEliminar
  14. muitos parabéns Rafael
    continua assim que vais longe. pelo esforço que fizeste na época passada mereces tudo. e agora que tiveste que te mudar para o seixal um dia vais ser recompensado, e aí sim vai ser uma grande chapada na cara para quem dirige a monteges e para quem tem os poderes de decidir, pois mais tarde ou mais cedo tu irias sair da monteges, mas ai por motivos diferentes, pois e compreensível que a monteges não tenha estrutura para atletas de referencia, o que não é compresnssivel e saíres da forma que foi.Pois ainda tinhas muito para dar ao clube que te formou, mas enfim só eles se podem arrepender pela possiçao que tomaram.QUEM FICOU A PERDER FOI O MUNICÍPIO SE SOBRAL MONTE AGRAÇO,
    beijos do tio

    ResponderEliminar
  15. Muitos Parabéns Gil, és um puto fantástico e também sei que és um lutador... Continua a ter muitos sucessos, estaremos cá para te apoiar.
    Apesar de estares longe, estás sempre entre nós...
    És um orgulho para todos os sobralenses...nunca duvides disso:)
    Um abraço amigo

    ResponderEliminar
  16. Parabéns Rafael!
    Luta com garra e determinação pelos teus ideais.

    ResponderEliminar
  17. Parabéns Rafael. Agora não pelas tuas medalhas, mas pelos pais que tens. As palavras da tua mãe comentando o teu destaque “… estarei sempre aqui ao teu lado para te ajudar e apoiar em todos os momentos da tua vida…” são bem reveladoras de como “eles”, transpondo todos os obstáculos, não deixaram que, por via de uns impedimentos, o destino te cortasse as asas.

    Até este blogue foi vivido (coisa a que não está muito habituado) intensamente. Pensava eu que julgassem que era mais uma notícia, mais um apontamento... Enganei-me. Até aqui, no blogue, muitas pessoas mostraram o orgulho que sentem por ti.

    As medalhas não caem do céu, é preciso muito mais, não é Rafael?
    Inês

    ResponderEliminar
  18. Olà Rafael
    Tenho muito orgulho em ti, muitos parabene pelos exitos que tens alcançado, tens sido um miudo brilhante, que Deus te ajude a alcançar os teus obejetivos.

    A tua avò Adelaide.

    ResponderEliminar
  19. Parabéns mais uma vez, pela reportagem,que nos vai mostrando que o Sobral tem.
    Pessoas de todas as idades, em que de uma forma ou de outra tem algo para nos maravilhar.
    Desconheço as razões das piscinas do Sobral, não apostarem nessa equipa, que como li num comentário tinha bons atletas e um bom treinador,é assim que por vezes alguns não fazem coisas que gostariam, vão-lhe como se diz cortando as pernas.
    Li alguns comentários também, e fiquei sinceramente muito satisfeita, não conheço nem o Rafael, nem seus pais, mas num comentário que ele deixou, deu-me a entender que é um miúdo, com uma sensibilidade não muito usual na idade dele, e passo a explicar porque o achei.
    Ele veio agradecer ao pai, que não estava a ser tão mencionado como a mãe,e tentar nos dizer, sou o que sou graças aos dois.Os pais fizeram de facto um bom trabalho, no apoio e na formação.
    A ele meus sinceros votos de que obtenha o que sonha.
    Aos pais, felicito por todo o apoio que lhe dão, desejo que o possam fazer todo o sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cristina muito obrigada pelas suas palavras,assim como pelo apoio e carinho que aqui nos deixou. Como sabe os nossos filhos são sempre fantásticos, mas o Rafael, tal como diz tem uma sensibilidade especial.
      Muitas felicidades e um beijinho para si

      Dulce Gil

      Eliminar