VISITANTES

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Uma nova experiência!



Falar de mim mesmo, confesso que não é quando me sinto mais à vontade.
No passado dia 11, segunda feira, o Programa Portugal no Coração da RTP1, convidou-me para dar testemunho da minha actividade de voluntário, longe de Lisboa, em concreto no Sobral de Monte Agraço e Santana de Carnota. Aceitei.

Desde o princípio que vi a oportunidade de divulgação deste encontro bem sucedido de vontades entre quem queria fazer algo em prol das populações info-excluídas e quem poderia facultar os meios.
Há muito que estou convencido ser possível muitas acções deste cariz por todo o Portugal. A limitação denomino de falta de sensibilidade quer dos órgãos autárquicos, quer dos cidadãos que se demitem do exercício solidário de cidadania, se tornaram comodamente fechados em si mesmo. E não são precisas pessoas extraordinárias. Os actos, por mais simples que sejam é que as definem como tal. Estou convencido da existência de talentos em todos nós. É preciso soltar os medos e ousar!
A propósito disto mesmo desafio-vos a procurarem a bolsa do voluntariado aqui mesmo no Sobral, informem-se na Acção Social da Câmara.
Uma tapeçaria bela não é mais que um conjunto de fios entrelaçados, uns finos outros grossos, uns coloridos vivos outros neutros, uns presos outros soltos, que asseguram o efeito final. Um só fio por mais valioso e importante que seja, não constitui a tela, perde-se, dilui-se. Cada um tem o seu papel, um prende, outro dá o colorido, outro o relevo...
No dia a dia, a complementaridade dos nossos actos, de uns e de outros constituem a VIDA. Ninguém por mais importante que seja senão em comunhão com um outro, pode afirmar VIVER. Por vezes estamos adormecidos, distraídos.
Invente-se novas formas de estar, filtre-se o que essencial tem a VIDA, libertem-se os afectos!

SobralSénior foi ao programa, acompanhou-me. Deslumbrados, felizes pela experiência, de um à vontade extraordinário que até pareciam profissionais do Audiovisual! Gostei de vê-los assim com aquele brilhozinho de felicidade nos olhos.
Não foram todos. Os ausentes sentiram-se condignamente representados, tenho a certeza.

Alguns momentos!


















































Afonso (Sobral Sénior)

5 comentários:

  1. Parabéns Afonso principalmente por ser(es) quem é(s) e pela sorte de quem o (te) tem por amigo, porque quem é é muito mais do quem quer ser...
    se o sonho comanda a vida
    meu amigo
    feliz é aquele que nunca para de sonhar!
    Parabéns a todos pelo exemplo que são!
    :)

    De uma amiga do coração de Arruda dos Vinhos
    Nanda

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Como testemunha e, sobretudo, como beneficiária acho que tudo que se diga e faça é pouco, mas gostei.
    Condignamente representada? Sim - autênticos profissionais da "coisa"...
    Como o Mundo poderia ser mais maravilhoso se os "Afonso Faria" e que os apoia proliferassem.
    Obrigada
    Inês

    ResponderEliminar
  4. Pois não tenho nada a dizer,pois tudo est´dito.Pois o nosso professor Faria
    havia de aver mais como ele.Pois un abraço Ana Maria

    ResponderEliminar
  5. Parabéns ao SR. Afonso.
    Pois tenho andado aos poucos a conhecer este belo cantinho, e várias são as vezes que já li o bem que todos sentem por si.
    Isso no meu entender o Sr. tem sido o que hoje existe pouco.
    Desejo que continue assim, e qua mais pessoas lhe sigam o exemplo.Bem haja
    Cristina Felix

    ResponderEliminar